Como acelerar o seu site WordPress

 

Não importa se estamos vendendo produtos, serviços, idéias ou gerando conhecimento, a velocidade do nosso site é a velocidade dos nossos negócios.

A velocidade é algo que está sempre em nossas mentes, não importa qual seja o nosso nível de experiência.  Seja eles projetando e construindo sites ou mantendo e gerenciando nossos sites, a velocidade preocupa cada um de nós.

Examinaremos os pontos ao longo desta rota que podem potencialmente diminuir nosso tempo de carregamento e as soluções que podemos adotar, a fim de evitar essas armadilhas e acelerar nossa velocidade de carregamento. Obviamente, também veremos as melhores maneiras de testar a velocidade do site.

Nesta artigo, examinaremos alguns detalhamentos focando no ponto de origem das informações e explorar maneiras de acelerar nosso tempo de carregamento, no servidor.

Como indivíduos, normalmente não temos a capacidade necessária para fornecer dados a inúmeros usuários simultaneamente e mantê-los seguros e protegidos, geralmente confiamos os dados de nosso site a um provedor de hospedagem de sites.

Este provedor aloca um servidor, ou um espaço para nossas necessidades.

A razão pela qual o chamamos de servidor ou hospedagem de sites, é porque, de certa forma, funciona como uma hospedagem na nuvem para nosso projeto.

Um usuário que queira ver nosso site, usará um navegador, às vezes chamado de cliente nesse sentido, para entrar em contato com o servidor, ou hospedagem para ser mais claro. No momento em que isso acontece, todo o processo entra em ação.

O que o usuário envia, por meio de seu cliente, o navegador, é uma solicitação, tecnicamente conhecida como solicitação HTTP.

Em troca, nosso servidor fiel responde com uma mensagem de resposta que contém HTML, as informações informando ao cliente como organizar e exibir o conteúdo do nosso site.

Essa mensagem de resposta também pode incluir instruções para o cliente emitir solicitações adicionais para ativos de conteúdo que também pertencem ao site que o cliente não conhecia anteriormente.

Portanto, recebemos uma série de solicitações e respostas rápidas, indo e voltando, como um jogo super rápido de ping e pong.

Tempo de carregamento da página, como medimos a velocidade do site?

A quantidade de tempo que leva desde o momento em que um cliente envia uma instância de dados como um ping até o momento em que um pong é recebido de volta, é a maneira como medimos a velocidade.

Como criadores da Web, somos responsáveis ​​pela jornada de retorno e pelo tempo que leva para um usuário receber sua resposta.

Ao longo dessa jornada de retorno, temos algumas estações:

Tendo recebido e processado a solicitação do cliente, nossos dados são configurados a partir do servidor, por meio da plataforma, que no nosso caso é o WordPress e todos os Plugins instalados nele, antes de continuar no sistema em que o cliente está operando, sendo renderizados no conteúdo que nosso usuário está curioso para ver.

O Google e suas contrapartes medem o tempo que leva desde o primeiro ping até que a última parte dos dados seja renderizada para concluir a página, no lado do cliente, onde o usuário pode vê-lo, como tempo de carregamento da página.

O tempo de carregamento da página é um critério importante para os mecanismos de pesquisa, conforme seus usuários os procuram, para fornecer uma lista de sites com a melhor experiência possível.

Não precisamos ser o Google para saber o quão impaciente um usuário pode ficar apenas esperando que uma página seja carregada.

Portanto, não devemos nos surpreender ao saber que, quanto mais rápida uma página carregar, maior será a classificação dessa página nos resultados de pesquisa, maior será o potencial que teremos para que o tráfego flua para o nosso site.

Então, como fazemos isso acontecer?

Vejamos as coisas que podem atrasar nosso site e como corrigi-las, começando com nossa primeira estação ao longo de nossa jornada, o servidor.

Como acelerar nosso site, do lado do servidor?

A primeira coisa que precisamos resolver é na questão servidor cPanel, revenda de hospedagem ou até mesmo na hospedagem de sites.

Quanto a isso, os nossos clientes não precisam se preocupa, possuímos infraestruturas projetadas para disponibilizar a você e seu negócio, total estabilidade, segurança e alta performance duradoura.

Armazenamento 100% em discos SSD NVMe com balanceador de carga HTTP de alto desempenho e flexibilidade, além da aceleração de páginas do LiteSpeed LSCache.

Segundo é usar redes de entrega de conteúdo, chamados de CDNs:

Esses são caches situados ao longo do caminho entre o servidor e o cliente que armazenam ativos de conteúdo estático, como texto, gráficos etc.

Que não temos motivos para alterar para que o cliente não precise esperar muito tempo para receber os dados que estamos enviando.

Caso o cliente deseje ativar o CDN do CloudFlare em seu site, basta está entrando em contato conosco que iremos habilitar, ou o próprio cliente pode habilitar em sua hospedagem de sites, clicando em CloudFlare.

Sempre é importante compactar suas imagens antes de realizar upload das mesmas, assim diminuirá o tamanho, podem usar sites on-line para isso, como o https://imagecompressor.com/pt/

Por último sempre mantenham os seus Plugins, temas e PHP atualizados.