0

HTTP/2 – Muito mais performance para o seu site

O acesso a uma página web é feito pelo protocolo HTTP, proposto originalmente pelo Tim BernersLee e que servia essencialmente para o transporte de texto (Hyper Text Transfer Protocol). A primeira versão do protocolo foi lançada em 1991 com o nome de HTTP0.9, tendo posteriormente sido sucedida pelo HTTP1.0 em 1996 e pelo HTTP1.1 em 1997.

Apesar de hoje em dia um browser ser utilizado para transferência de muita mais informação do que apenas texto, pouco ou quase nada tem mudado no protocolo HTTP face ao que era em 1997 na versão HTTP1.1. Com o tempo tem-se vindo a verificar que a forma como o protocolo faz o transporte da informação é limitada e não está devidamente optimizada para a quantidade e tipo de recursos que são transferidos atualmente no acesso à maioria dos sites.

No entanto nos últimos anos tem vindo a ser desenvolvida pelo IETF HTTP Working Group uma nova versão do protocolo HTTP chamada de HTTP/2 com bastante influência do protocolo SPDY desenvolvido pelo Google, uma vez que o mesmo é baseado no SPDY/2.

O que é o HTTP/2?

HTTP/2 vem trazer bastantes melhorias que certamente irão ajudar o carregamento dos sites a ser mais rápido e também a optimizar o número de ligações necessário para visualizar uma página web, permitindo assim um melhor aproveitamento dos recursos.

O protocolo HTTP/2 é multiplexado, querendo isto dizer que permite utilizar uma única ligação para efetuar e receber vários pedidos e respostas, enquanto que o protocolo HTTP apenas pode efetuar um pedido por cada ligação, tornando-se menos eficiente e levando a que a velocidade de um site seja mais lenta para o visitante.

Apesar de funcionar em ligações HTTP, neste momento os browsers mais populares como Google Chrome e Firefox, apenas suportam este novo protocolo em ligações HTTP e seguras (HTTPS).

Vantagens e diferenças do HTTP/2:

HTTP/2 vem melhorar significativamente o protocolo HTTP utilizado atualmente, pelo que deixamos abaixo uma lista de algumas das principais mudanças no protocolo:

Todos os pedidos são descarregados em paralelo em vez de lista de espera (queue).

As páginas são transferidas como binário em vez de texto

Os cabeçalhos/headers HTTP são comprimidos

Os servidores podem fazer “push” de informação sem que o utilizador solicite, permitindo assim melhorar a velocidade dos sites.

HTTP/2 irá a longo prazo estar presente em qualquer servidor acessível pela Internet. Por esse mesmo motivo, após vários testes internos com o novo protocolo na nossa infra-estrutura, decidimos começar a ativar gradualmente o suporte a http/2 em todos os nossos servidores web, de forma a proporcionar aos nossos clientes uma melhor experiência no acesso aos sites.

Se você está atualmente a alojar o seu site na DELTA SERVERS, o mais provável é que este já esteja neste momento a acessível pelo protocolo HTTP/2. Caso ainda não esteja, não deverá demorar muito tempo até que o mesmo usufrua das vantagens do protocolo HTTP/2.

Relembramos que para usufruir das vantagens do HTTP/2, será necessário que o seu site tenha um certificado e esteja acessível através de uma ligação segura. Todos os sites alojados conosco em Hospedagem de Sites ou Revenda de Hospedagem, já recebem o Certificado SSL completamente gratuito.

Orgulhamo-nos de estar na vanguarda no que diz respeito a novas tecnologias que permitam melhorar a performance das nossas soluções de alojamento web, providenciando assim uma melhor experiência na utilização dos sites alojados pelos nossos clientes na nossa infra-estrutura por parte dos seus visitantes.

DELTA SERVERS fornece a partir de hoje,  soluções profissionais de alojamento web com suporte HTTP/2.

0

Como criar pacotes e contas de hospedagem em uma revenda de hospedagem de sites

Criar pacote de hospedagem e planos de hospedagem em sua revenda WHM.

O procedimento para se criar uma nova conta na revenda de hospedagem da DELTA SERVERS é bastante simples.
O primeiro passo é acessar o painel de revenda WHM.

O endereço do painel WHM é: https://dominiodosite.com:2087 (alterando seusite.com pelo endereço do seu site) .

Em seguida, informe o login e a senha de acesso. 
Estes dados serão enviados para seu e-mail quando a conta de revenda de hospedagem for ativada.

Esse tutorial também o permite que, você saiba como está criando seu pacote de hospedagem dentro de sua revenda.

0

Chrome, mostra sites usando o HTTP como não-seguros

A Google lançou recentemente a versão 68 do navegador Google Chrome, que agora exibe sites utilizando o padrão sem criptografia HTTP como “não-seguros”.

 

A medida vem sendo planejada pela Google há bastante tempo e agora finalmente está sendo implementada. Além de mostrar o aviso que o site não possui criptografia, o Chrome exibe uma mensagem alertando o usuário de que o domínio pode sofrer com ataques e invasões.

Os sites utilizando um certificado HTTPS válido recebem um cadeado verde ao lado do domínio, junto da palavra “seguro” e uma mensagem dizendo que a criptografia do site mantém a troca de dados pessoais protegida.

Para quem ainda não migrou para o HTTPS, é altamente recomendado fazer isso para não perder espaço nas pesquisas do Google e manter a confiança do público. A partir de setembro, o navegador vai considerar o HTTPS como padrão e, na versão 70, vai começar a marcar sites inseguros com um triângulo vermelho ao lado do domínio.

Para migrar seu site para o padrão HTTPS, contrate um Certificado SSL ou caso já seja um cliente Delta Servers instale o certificado Let’s Encrypt gratuitamente.

O Chrome 68 já está disponível para download no site oficial do navegador. A versão mobile do browser também recebeu novidades e agora possui o recurso de isolamento de sites, que mitiga a vulnerabilidade Spectre.

 

0

Google torna HTTPS como protocolo padrão na internet

Até hoje, era normal encontrar a palavra “Seguro” na cor verde ao lado do HTTPS em diversos sites na internet. Porém, a Google entende que isso, agora, é o novo padrão da internet e não necessita de tanto alarde — e vai alertar os usuários com cores diferentes apenas quando o protocolo HTTPS não for utilizado. Continue lendo Google torna HTTPS como protocolo padrão na internet…

0

Fim da vida de suporte do Windows 7 está próxima?

O Windows 7 chegará ao fim de vida, em termos da Microsoft, em janeiro de 2020. Com a data já próxima, a Microsoft deseja aproveitar essa oportunidade para convencer os utilizadores a atualizar para o Windows 10 antes que as últimas atualizações sejam enviadas.

Durante o próximo ano, a Microsoft irá aumentar a pressão sobre os utilizadores para que o Windows 10 seja definitivamente o sistema operativo de toda a atenção.

Continue lendo Fim da vida de suporte do Windows 7 está próxima?…

0

O Google vai favorecer sites com SSL

Até recentemente, se pensava que os certificados de segurança eram úteis apenas para lojas virtuais e sites que realizavam algum tipo de transferência ou troca de informações sigilosas. Mas a segurança é um assunto muito sério para o Google e o objetivo de todas as ações da empresa são para tornar a web mais segura e confiável para o usuário. Continue lendo O Google vai favorecer sites com SSL…

0

O que é um Servidor Dedicado

O que é?

Os servidores dedicado possuem mais recursos de processamento e armazenamento de dados. Como o próprio nome o diz: são dedicados, ou seja, disponibilizam o serviço exclusivo para um cliente, portanto garantem maior performance e desempenho para os websites e outras aplicações, gerando mais velocidade, estabilidade, segurança, e etc. É uma ótima opção para websites que possuem diversos acessos simultâneos e aplicações que consomem muitos recursos, pois com o advento da tecnologia, cada vez mais os concorrentes estão se fortalecendo e os usuários estão ficando cada vez mais exigentes. Continue lendo O que é um Servidor Dedicado…

1

O que é Certificado SSL e para que serve?

O que é?

Conhecido como Secure Socket layer, o certificado SSL é um padrão global de segurança tecnológica. Ele garante que os dados que você envia de seu site, blog ou loja virtual sejam seguros. A tecnologia SSL foi incorporada em todos os browsers populares e funciona automaticamente quando um usuário se conecta a um servidor habilitado para o protocolo. É fácil saber quando um servidor o usa, pois sua URL iniciará com https. O “s” vem de “Secure”.

Continue lendo O que é Certificado SSL e para que serve?…

1

O que é cPanel e para que serve?

Principiantes no mundo de hospedagem de sites, costumam pensar que é um processo que envolve extrema complexidade. De fato, algumas tarefas realmente exigem algum conhecimento técnico. Contudo, para elas existem ferramentas facilitadoras, que ajudam bastante na performance do administrador. Uma dessas ferramentas mais conhecidas e utilizadas no mercado é o cPanel.

Continue lendo O que é cPanel e para que serve?…